Notícias


POSTADO EM 07 DE NOVEMBRO DE 2018

Saiba mais sobre o Plasma de Argônio para emagrecimento após reganho de peso

Para quem realizou a cirurgia bariátrica (By-Pass / Fobi-Capella) e voltou a ganhar peso devido ao alargamento da anastomose (ligação entre o estômago e o intestino), surge mais uma alternativa para facilitar a perda do peso readquirido.

O Plasma de Argônio é um método moderno em que o Brasil é um dos pioneiros em todo o mundo. No tratamento, são realizadas, em média, três sessões de aplicação do Plasma de Argônio (espécie de raio laser) com intervalos de um mês e meio a dois meses entre cada uma delas. O objetivo é diminuir o diâmetro da anastomose (região por onde passa o alimento que sai do estômago para o intestino), fazendo com que o paciente tenha saciedade por mais tempo, induzindo-o a comer menos. Com isso, desde que haja uma reeducação alimentar, a perda de peso volta a ocorrer. Alguns estudos mostram uma perda de até 100% do excesso de peso readquirido após a aplicação do Plasma de Argônio.

O procedimento é endoscópico e ambulatorial, ou seja, o paciente recebe alta logo após despertar da sedação.

 

PERGUNTAS FREQUENTES

- O que é o procedimento de plasma de argônio?É uma fulguração (cauterização) da anastomose Gastro-jejunal (entre o estômago reduzido e o intestino delgado) feita com o gás argônio (um tipo de laser). Promove a redução do diâmetro da anastomose trazendo novamente à saciedade alimentar.

- Quantas sessões de argônio preciso fazer?A maioria dos pacientes necessita de três sessões. Alguns pacientes podem diminuir o diâmetro da sua anastomose com menos sessões (uma ou duas).

- Como é o procedimento?O procedimento é realizado por endoscopia, sob sedação leve. Dura em média 20 minutos a primeira sessão e cerca de 15 minutos as sessões subsequentes. O procedimento é totalmente indolor, realizado ambulatoriamente (não precisa ficar internado), com alta cerca de 30 minutos após o término do mesmo. Indicado apenas em pacientes operados pela técnica do bypass gástrico (Fobi-Capella ou Wittgrove).

- Pago por sessão?Sim, o paciente paga por cada sessão realizada.

- O plano de saúde cobre?Planos não cobrem.

- Preciso ficar internado?Não. É um procedimento ambulatorial.

- Como é a dor?A maioria (cerca de 95% dos pacientes) não sentem absolutamente nada. Alguns poucos pacientes irão sentir uma queimação leve na “boca do estômago” e/ou sensação de gases.

- Vou tomar anestesia?Não é anestesia geral, e sim uma sedação leve igual à de uma endoscopia habitual, com pronta recuperação do paciente ao término do procedimento.

- Preciso fazer dieta?Sim. A idéia da dieta não é apenas para perder peso, mas também reduzir o desconforto após as sessões. Também, evita que os alimentos traumatizem essa área cauterizada e possa causar vômitos, sangramento e úlceras.

- E depois que acabar a sessão do argônio preciso voltar ao médico?Sim, o acompanhamento e a reavaliação são necessários com periodicidade.

- Preciso de acompanhamentos de outros especialistas?Sim, o paciente será acompanhado por equipe multidisciplinar.

- O médico que fez minha cirurgia bariátrica disse que esse procedimento é ilegal, é verdade?Não, o argônio liberação pela Agencia de Vigilância Sanitária – ANVISA – para uso no Brasil.

- Quanto tempo depois da cirurgia bariátrica posso fazer o argônio?Indica-se o argônio endoscópico após o reganho de 10% do peso mínimo após o bypass gástrico. Pode ser usado também para perda insuficiente de peso após a gastroplastia. Geralmente, indica-se após 24 meses da cirurgia bariátrica.

- Tenho que fazer todo ano?Não necessariamente. Após finalizar as sessões, sugerimos controle em 6 meses com nova endoscopia para reavaliação. Mas uma nova sessão nem sempre é necessária.

- Quanto quilos vou perder nas sessões de argônio?Isso é variável. O objetivo não é uma nova perda de peso, mas a redução do diâmetro da anastomose. Com o diâmetro da anastomose menor, o esvaziamento gástrico fica mais lento e o paciente tem a sensação de saciedade precoce e isto contribui para a perda de peso. Observamos, em alguns casos, perdas de mais de 80% do excesso de peso que foi readquirido. Mas isso é uma média e não uma regra.

- Quantos quilos precisa engordar para que o argônio seja indicado?Indicamos para ganho de 10% acima do peso mínimo alcançado após a Gastroplastia.

- Preciso fazer algum exame antes do procedimento? Sangue? Endoscopia? Raio x?Exames laboratoriais (sangue) e endoscopia.

- A Saída do meu estômago pode fechar muito?Sim. Cerca de 5% dos pacientes desenvolvem uma cicatrização mais intensa e tem um estreitamento maior. Neste caso, pode ser preciso dilatar a anastomose.

- É verdade que às vezes o estômago sangra no procedimento? É perigoso? O que fazer?Muito raro. Seguindo a dieta e as orientações, é pouco provável que isso ocorra. Se ocorrer, o médico deve ser avisado. Geralmente para sozinho, mas uma nova endoscopia pode ser necessária.

- Tomo vitaminas (em comprimido), posso continuar tomando nos dias do procedimento onde tenho que fazer a dieta líquida?Sim. Mas devem ser trituradas na fase líquida.

- O que pode ocorrer com quem não faz a dieta depois do procedimento de argônio?Pode ter sangramento, dor ou “entalar”.

- Tem como fazer argônio sem tirar o anel?O anel só é retirado se ele estiver erodido, ou seja, dentro do estômago.

- Quanto tempo posso retornar as atividades físicas? (trabalho e academia)Retorno às atividade laborais no dia seguinte e retorno as atividades físicas em 1-2 dias. Mas esta é uma média e depende de cada paciente.

- Como é o processo de emagrecimento com o argônio?As sessões que mais perdem peso são geralmente a segunda e a terceira devido ao maior estreitamento da saída do estômago. Lembramos também que atividade física pode ser iniciada já no dia seguinte, bem como o trabalho, normalmente. Psicóloga, nutricionista e demais profissionais devem ser consultados para uma perda ainda maior do peso readquirido.

- Sou de outra cidade, há necessidade de pernoitar na cidade onde fiz o argônio? Posso dirigir?Podem retornar para casa, mas com um acompanhante para dirigir e auxiliar o paciente. Não precisa dormir na cidade do procedimento, pois ele é de rápida execução.

- O plasma de argônio é indicado apenas em pacientes operados pela técnica do bypass gástrico. Quem fez Sleeve gástrico não pode optar por essa técnica?Só para bypass. Nas demais, não temos anastomose entre o estômago e intestino. No Sleeve não há anastomose e no Duodenal Switch a anastomose é duodeno-jejunal.

- Tem restrições quanto ao anel e o argônio?Não. Não há restrições. Desde que haja alargamento da anastomose.

- Há CONTRA INDICAÇÃO, quais?Não existe contraindicação absoluta, apenas relativas. Não indicamos se a anastomose ou o anel já são justos.

- O reganho de peso é uma regra?O reganho de peso ocorre em cerca de 30 a 40% dos pacientes que realizaram a gastroplastia. E a imensa maioria destes pacientes têm dilatação da anastomose. Caso a anastomose apresente mais de 20 mm de diâmetro, o argônio está indicado.

- O procedimento é definitivo? Fazendo as sessões necessárias inicialmente, acontece o estreitamento provocando a saciedade e nunca mais preciso fazer novamente? Como funciona?Assim como na cirurgia inicial, existe chance futura de reabrir parcialmente. Por isso sugerimos controle endoscópico em 6 meses após terminar as sessões iniciais. Pode precisar fazer outras sessões futuramente.

- Fiz a primeira sessão de argônio e não emagreci. Isso é normal? Não vou emagrecer?O argônio estreita a anastomose, e isso ocorre aos poucos. É normal não sentir muita diferença após a primeira sessão. A segunda e terceira sessão geralmente são mais eficazes. Deve-se evitar alimentos e líquidos ricos em calorias, o que comprometerá o resultado. Conforme já reforçado, o plasma de argônio serve para diminuir o diâmetro da anastomose e não para emagrecer. O que leva o paciente a emagrecer é ingerir menos calorias do que gasta.

- Quantos quilos se perde com o argônio?Depende de cada paciente. Mas, em média, até 90% do peso readquirido. Mas pode não haver nenhuma perda se não houver uma alimentação adequada e reeducação alimentar.

- O argônio tira a fome?Não. Traz saciedade e limita a ingestão alimentar.

- Somente os operados no método de Capella que voltam a engordar?Qualquer técnica pode readquirir peso, depende muito da disciplina alimentar do paciente e da atividade física. No Capella (Bypass gástrico) apenas podemos fazer o plasma de argônio.

- Quantas horas de jejum antes de fazer o argônio devo ficar?12 horas.

- Como fica a suplementação de vitamina depois do argônio?Pode usar os comprimidos triturados ou medicamentos injetáveis.

- Pode me dizer depois das 3 sessões quantos fica a anastomose?Variável. O ideal é próximo de 12 mm

- É normal depois argônio se sentir entalada algumas vezes, pois tem dia que não consigo comer as refeições principais todas, principalmente as carnes. Parece que a comida está voltando.Este é o objetivo. Reduzir a passagem e restringir a alimentação. Esse é o mecanismo para retornar à perda de peso.

- Se o argônio precisa de dieta, nutricionista, acompanhamento psicológico e multidisciplinar não é mais fácil eu somente voltar à reeducação alimentar?Vale a pena fazer tudo isso antes. Mas sabemos que sem a restrição e sensação de saciedade fica mais difícil perder peso. Assim, o argônio é uma ferramenta interessante que deve ajudar.

voltar

Outras Notícias