Notícias


POSTADO EM 06 DE DEZEMBRO DE 2017

Estudo inédito avalia efeitos da cirurgia bariátrica no tratamento da hipertensão

Um estudo inédito no mundo e realizado no Brasil sobre os efeitos da cirurgia bariátrica em pacientes obesos com hipertensão foi apresentado durante o Congresso Americano de Cardiologia na Califórnia. O objetivo foi mostrar a segurança e a eficácia da cirurgia bariátrica no controle da pressão arterial entre pacientes obesos com hipertensão.

Os resultados mostraram que o bypass gástrico, juntamente com o tratamento clínico, resulta em controle da pressão arterial, se comparado com a terapia médica isolada entre pacientes obesos de meia idade com hipertensão arterial.

De acordo com o coautor da pesquisa e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM), Ricardo Cohen, este é o primeiro estudo com nível um de evidência, o mais alto das evidências científicas, e que mostra os efeitos que a cirurgia metabólica tem ações não só contra o diabetes, mas em outras doenças associadas à obesidade, abrindo mais uma fronteira da aplicação do by-pass gástrico.

Resultados – Foram selecionados 1.489 pacientes – com idade média de 44 anos e Índice de Massa Corporal (IMC) 37 kg/m² – sendo que 100 deles foram incluídos no estudo.

Após um ano, mais da metade dos pacientes (51%) que fizeram cirurgia bariátrica deixaram de ser hipertensos. Além disso, foram constatados efeitos positivos nos parâmetros metabólicos, incluindo controle da glicemia e do colesterol.

O estudo reforça ainda a importância do acompanhamento dos pacientes avaliados a longo prazo, tendo em vista que os efeitos da cirurgia bariátrica podem diminuir ao longo do tempo.

Veja mais aqui.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (SBCBM)

voltar

Outras Notícias